Balanço

Portugal está a dar uma média de 77 mil vacinas contra a covid-19 por dia

Portugal está a dar uma média de 77 mil vacinas contra a covid-19 por dia

71% da população dos 65 aos 79 anos já recebeu uma dose. Task force garante que duplos agendamentos vão ser resolvidos.

De 25 de abril até 2 de maio foram dadas no país 541 959 vacinas contra a covid-19, uma média de 77 mil doses por dia. Segundo o relatório semanal de vacinação, da Direção-Geral da Saúde (DGS), emitido esta terça-feira, Portugal recebeu 4 218 420 doses da inoculação, tendo sido administradas 3 581 288. O documento revela ainda que a primeira dose da vacina já chegou a um quarto (25%) da população (2 568 344) e que 9% das pessoas (915 246) têm as duas doses tomadas.

A média de 77 mil doses está em linha com a previsão do grupo de trabalho para a vacinação. Porém, algumas questões sobre a mobilização de recursos humanos têm suscitado polémica. Por exemplo, ontem, conforme o JN noticiou, a Ordem dos Enfermeiros acusou a tutela de estar a desviar profissionais dos hospitais e centros de saúde para administrarem as vacinas dentro do horário de trabalho, ao abrigo do regime de mobilidade, poupando no pagamento de horas extraordinárias.

Ao JN, o Ministério da Saúde respondeu ontem que este regime "deveria ser utilizado como situação excecional e como último recurso", mas também o deve ser "e em especial, a autorização para a realização de trabalho suplementar". Segundo o ministério, as instituições têm "a possibilidade de celebração de contratos de trabalho a termo resolutivo incerto", e este "deve constituir o mecanismo privilegiado de reforçar os recursos humanos".

Um milhão acima dos 65

Mais de um milhão de pessoas (1 137 503) entre os 65 e os 79 anos receberam a primeira dose, o que corresponde a 71% da população nesta faixa etária com alguma imunidade. Este foi o intervalo de idades que mais aumentou, percentualmente. Mas com a segunda dose são apenas 7% (117 416).

PUB

Para este facto pode ter contribuído a boa adesão dos maiores de 60 anos à ferramenta informática de auto agendamento, lançada a 23 de abril. Cerca de 206 mil pessoas inscreveram-se, mas a grande afluência levou à sobreposição de agendamentos nos últimos dia -, como aconteceu em Coimbra e Sintra, que obrigaram a horas de espera.

Citada pela Lusa, fonte da estrutura liderada por Gouveia e Melo garantiu que o sistema misto (auto agendamento e marcação pelas unidades de saúde) deve estar "a funcionar sem problemas significativos na próxima semana".

Nas restantes idades, os maiores de 80 anos representam a maior percentagem com vacinação completa (82%) e com uma dose (93%). Entre os 50 e os 64 anos há 19% com uma dose e 4% com as duas. Dos 25 aos 49 são 11% com a primeira e 4% com a segunda. E entre os 18 e os 24 anos foram vacinadas com uma dose 4% e com duas 2% das pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG