DGS

Portugal tem 13683 casos ativos e 161 surtos de covid-19

Portugal tem 13683 casos ativos e 161 surtos de covid-19

Portugal tem, esta sexta-feira, 13683 casos ativos de covid-19, concentrados sobretudo na região de Lisboa e Vale do Tejo, revelou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa.

Dentro desta região de saúde, os casos focam-se principalmente na Área Metropolitana de Lisboa. Há neste momento 27 surtos da doença na zona Norte, 10 na região Centro, 107, em Lisboa e Vale do Tejo, cinco no Alentejo e 12 no Algarve, num total de 161.

"A situação da epidemia no país permanece marcada pela força dos números de Lisboa e Vale do Tejo, concretamente na zona norte e em 19 freguesias específicas", disse Temido.

O RT (número médio de infeções por cada infetado) dos últimos cinco dias é de um a nível nacional, um valor com uma ligeira subida, de 1,12 no Norte, 1,06 no Centro, 0,98 em Lisboa e Vale do Tejo, 0,95 no Alentejo e 0,81 no Algarve.

A DGS vai corrigir até ao final desta sexta-feira os boletins diário desde o dia 30 de junho, com a "atualização dos dados relativos à distribuição dos casos por grupo etário". No dia 14 de julho, serão atualizados os dados por concelho. Vai ser divulgada uma nota explicativa para enquadrar as correções.

Dos 1646 óbitos com covid-19 registados até esta sexta-feira em Portugal, 628 foram de utentes de lares. 296 no Norte, 143 no Centro, 168 em Lisboa e Vale do Tejo, 16 no Alentejo e cinco no Algarve.

Sobre a discussão que se gerou no país sobre o estarmos a testar mais ou menos do que em meses anteriores, Marta Temido sublinha que o país continua a ser o 5.º que mais testes realiza na União Europeia, com uma estratégia de "testes a indivíduos sintomáticos e rastreio de assintomáticos".

Segundo a ministra, desde 1 de março o país já fez 1,316 milhões de teste, 26,5% deles em junho e mais de 8% já em julho, explicou, para negar que o país esteja a baixar o índice de testagem. A média diária de testes em abril foi de 11500, 13 mil em maio, 11700 em junho e em julho este valor subiu para 13700, garantiu.

Boletins corrigidos Até ao final desta sexta-feira

Outras Notícias