Balanço

Portugal ultrapassa as 6600 mortes e soma três mil recuperados

Portugal ultrapassa as 6600 mortes e soma três mil recuperados

Portugal regista, este domingo, mais 1577 infetados por covid-19, num dia em que soma 63 mortos à lista de vítimas, que vai já em 6619. Recuperaram mais de três mil doentes e há menos nove pessoas em unidades de cuidados intensivos.

No dia em que começou, em Portugal, a primeira fase do processo de vacinação contra a covid-19 (para acompanhar aqui), o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde apresenta um total de 394 573 contágios desde o início da pandemia, em março. Desses, cerca de 68 mil correspondem a doentes ativos, menos 1561 do que ontem. Quanto a doentes recuperados, há hoje mais 3075 - ao todo, 319 746 foram dados como curadas.

A região Norte contabilizou mais 717 infetados - o que equivale a cerca de 45% do total de novas infeções - elevando para mais de 202 mil o número total de infetados. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, com 464 novos contágios (e um total de 127 mil). Na região Centro, há mais 279 casos (em mais de 44 mil), no Alentejo mais 32 (em cerca de 10 mil), e no Algarve mais 38 (em 7112). O arquipélago dos Açores regista 10 novos casos (em 1693) e o da Madeira mais 37 casos (1442).

Sessenta e três pessoas morreram no dia 26 de dezembro, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde deste domingo - são 6619 óbitos desde o início da pandemia. Vinte e quatro vítimas foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, 23 no Norte, 11 no Centro, quatro no Alentejo e uma na Madeira. Quanto às idades, 39 pessoas tinham mais de 80 anos e 18 tinham entre 70 e 79. Na faixa etária dos 60-69 anos morreram seis vítimas.

O número de doentes internados em enfermaria voltou a aumentar: há mais 80 (num total de 2870). Em unidades de cuidados intensivos, há menos nove pacientes (em 504).

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG