Crise Financeira

Portugueses terão "trabalho colossal" para superar a crise

Portugueses terão "trabalho colossal" para superar a crise

O secretário-geral do PSD, Matos Rosa, considerou esta segunda-feira que o trabalho que os portugueses têm pela frente para superar a crise é um "trabalho colossal", acreditando que o país vai "conseguir" superar esta dificuldade.

"Os desafios que nos colocam não têm precedentes na democracia portuguesa. Sim, o trabalho que temos pela frente é um trabalho colossal, sim, absolutamente colossal", afirmou.

Matos Rosa falava em Castelo de Vide, Portalegre, durante a sessão de abertura da Universidade de Verão (UV) do PSD que decorrerá naquela vila alentejana até domingo.

Na mesma sessão, o 'reitor' e director da UV, Carlos Coelho, sublinhou que os 100 'alunos' que compõem a edição deste ano daquela iniciativa do PSD são uma "verdadeira selecção nacional", sublinhando ainda que os escolhidos "são os melhores".

No entanto, o responsável alertou que na UV existem "cinco regras de oiro", que têm que ser cumpridas e que passam pela "vontade, querer saber, ser pontual, ser solidário, ser construtivo".

Também o líder da JSD, Duarte Marques, destacou a "qualidade" e a "excelência" dos eleitos, lançando à mistura algumas críticas à oposição.

"Os políticos não são todos iguais. Enquanto alguns partidos fazem festas de verão, nós fazemos a UV", declarou.

A Universidade de verão do PSD arrancou hoje em Castelo de Vide, este ano com 'professores' como os ministros das Finanças e da Educação e o antigo Presidente da República Mário Soares.

A iniciativa, que nos últimos anos tem marcado a 'rentrée' política social-democrata, será encerrada pelo líder do partido, Pedro Passos Coelho, no domingo.