O Jogo ao Vivo

Saúde

Poucas dádivas de sangue e aumento da necessidade geram apelo aos dadores

Poucas dádivas de sangue e aumento da necessidade geram apelo aos dadores

O Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) alertou, esta quarta-feira, que "Portugal está com níveis baixos de reservas de sangue" e a tendência tem vindo a agravar-se, com uma queda de 5% nas colheitas. "Não só há uma redução das unidades colhidas, em relação ao período homólogo de 2019, como o consumo de componentes sanguíneos tem vindo a aumentar, devido à recuperação da atividade assistencial não urgente nos hospitais", refere em comunicado.

O alerta do IPST vem depois do apelo, ontem, do presidente da Federação Portuguesa de dadores benévolos de Sangue para os portugueses darem sangue. Alberto Mota sublinhou que as reservas nacionais de sangue estão com níveis críticos dos tipos O+ e A+. "A pandemia não deve ser motivo de medo. Estamos preparados para receber todos os que nos queiram ajudar", referiu ontem, em comunicado.

PUB

De acordo com o IPST, "é imprescindível continuar a tratar todos os doentes e para isso é necessário reforçar as reservas de sangue". Ao longo deste ano, as reservas de sangue têm mantido, segundo o IPST, níveis que permitiram dar resposta às necessidades dos hospitais. Apesar da redução de 5% nas colheitas, "houve também abrandamento das atividades hospitalares, o que levou a que se mantivesse algum equilíbrio entre as colheitas e os consumos". Mas a retoma das cirurgias e da atividade hospitalar fez aumentar o consumo e a necessidade de dádivas.

Para ser dador de sangue, basta ter entre 18 e 65 anos, pesar 50 quilogramas ou mais e ter hábitos de vida saudável. A dádiva, que consiste na colheita de cerca de 450 ml de sangue, não demora mais de 30 minutos e não obriga à testagem à covid-19.

"Dar sangue é um gesto solidário ímpar e que não tem contraindicações para um adulto saudável, sendo que nos locais de colheita foram reforçadas todas as medidas para que este ato se efetue com segurança", conclui o IPST. No site do IPST estão disponíveis locais e sessões de colheita.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG