O Jogo ao Vivo

Exclusivo

PPP têm melhores resultados mas estão à mercê da política

PPP têm melhores resultados mas estão à mercê da política

Os hospitais geridos em regime de parceria público-privada (PPP) tiveram melhores resultados económicos-financeiros, gerando poupanças de pelo menos 465 milhões de euros para o Estado, e registaram um desempenho assistencial superior face a hospitais do setor público empresarial (EPE) comparáveis entre si.

Segundo um estudo da Universidade Portucalense, o modelo de gestão PPP está "politicamente instrumentalizado" e não é visto pelos governos como uma ferramenta "que possa melhorar as condições de saúde da população, nem gerar poupanças para o contribuinte".

O objetivo do estudo, que sustentou uma tese de doutoramento, foi perceber se o modelo de gestão PPP tem vantagens efetivas para a população ou se é uma ferramenta política instrumentalizada. As conclusões não deixam margem para dúvidas: as parcerias público-privadas são "um modelo vantajoso", quer do ponto de vista económico-financeiro, quer dos cuidados de saúde prestados e da satisfação dos utentes. Porém, refere o autor Nuno Rodrigues, "os resultados do modelo são sempre colocados em segundo plano face às convicções ideológicas da força política que esteja num dado momento no Governo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG