Segurança

Praias marítimas vigiadas sem mortes por afogamento nesta época balnear

Praias marítimas vigiadas sem mortes por afogamento nesta época balnear

A Autoridade Marítima Nacional informou na sexta-feira que não há registos de acidentes mortais por afogamento nas praias marítimas vigiadas na presente época balnear, que começou em 1 de maio.

Contudo, nos espaços sob a sua jurisdição ocorreram 21 mortes, das quais nove por doença súbita, cinco por afogamento, tantas quantas as que ocorreram por quedas de terra - três de falésias e dois em zona fluvial (um carro que caiu ao rio) -, uma queda de arriba e um acidente de viação.

Em termos comparativos, na época balnear de 2018, que decorreu entre 1 de maio e 15 de outubro, há registo de 11 mortes nas praias portuguesas, das quais quatro em praias vigiadas e cinco em não vigiadas.