Premium

Praxe ainda existe mas integração dos caloiros está a mudar

Praxe ainda existe mas integração dos caloiros está a mudar

Universidades, associações académicas e núcleos de estudantes apostam cada vez mais em atividades diferenciadoras para receberem os novos alunos.

A praxe já não é a única forma de integração dos estudantes no Ensino Superior. Apesar de continuar a ter um papel de destaque na vida académica, de norte a sul do país, há cada vez mais iniciativas de receção aos "caloiros" alternativas, organizadas pelas próprias universidades, pelas associações académicas e pelos núcleos estudantis. As polémicas relacionadas com a praxe, que vieram a público nos últimos anos, e o movimento "Exarp - chegou a hora de dar a volta à praxe", criado há dois anos pelo Governo, estarão na base da mudança de paradigma.

"As coisas estão a mudar. Os episódios trágicos que aconteceram e o facto de a sociedade estar mais atenta, entre outros fatores, contribuíram para isso", constata João Pedro Videira, presidente da Federação Académica do Porto, sublinhando, a título de exemplo, a semana de integração do Instituto Politécnico do Porto, que teve início na segunda-feira, em que os alunos recém-chegados vão desenvolver um projeto multidisciplinar durante os dias que estarão reunidos no Pavilhão Multiusos de Gondomar.