Exclusivo

"Prejuízo de centenas de milhões de euros" na serra da Estrela

"Prejuízo de centenas de milhões de euros" na serra da Estrela

Autarcas dos cinco concelhos mais atingidos pedem estado de calamidade para aceder a verba e ajudar populações afetadas pelo fogo. Na região arderam cerca de 20 mil hectares.

O fogo na serra da Estrela causou um "prejuízo de centenas de milhões de euros de impacto direto e indireto". A estimativa é feita por Sérgio Costa, presidente da Câmara da Guarda. As chamas queimaram uma área de cerca de 20 mil hectares nos municípios da Guarda, Gouveia, Manteigas, Covilhã e Celorico da Beira, o que leva os autarcas a pedirem o Estado de Calamidade.

"Já temos uma noção macro, mas o levantamento continua a ser feito pelas juntas de freguesia e particulares", conta Sérgio Costa, descrevendo que o fogo causou uma "enorme devastação no património florestal, arderam habitações, a agricultura e a alimentação dos animais foi afetada, barracões e anexos agrícolas foram destruídos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG