Beja

Presidente da CCDR Alentejo testa positivo à covid-19 após encontro com ministra e autarcas

Presidente da CCDR Alentejo testa positivo à covid-19 após encontro com ministra e autarcas

Ceia da Silva, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), testou positivo à covid-19, um dia após ter estado numa sessão na Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), em que esteve presente a ministra Ana Abrunhosa, a secretária de Estado Isabel Ferreira, autarcas e empresários locais daquela zona.

Ceia da Silva revelou, esta terça-feira ao final da noite, nas redes sociais que testou positivo ao vírus da SARS-Cov-2 . O presidente da CCDR Alentejo esteve na segunda-feira, 7 de junho, reunido na CIMBAL, onde foram assinados os primeiros termos do Programa de Apoio à Produção Nacional (PAPN).

Na reunião estiveram presentes várias personalidades, entre elas, a ministra da Coesão, Ana Abrunhosa, a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, os autarcas de Beja e de Mértola, alguns empresários e ainda membros da CCDRA e da CIMBAL.

Ao que o Jornal de Notícias apurou, as autoridades de saúde pública consideraram, consoante a proximidade a Ceia da Silva, que os contactos de risco foram Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja, Luís Miranda, vice-presidente da autarquia de Beja e Aníbal Costa, vice-presidente do CCDR Alentejo.

Os três estão em isolamento profilático, depois de terem estado num almoço sem máscara perto do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo.

O presidente da Câmara Municipal de Mértola, Jorge Rosa, não está a cumprir quarentena, porque está vacinado e já contraiu o vírus da SARS-CoV-2.

PUB

Ainda não é claro se a ministra da Coesão e a secretária de Estado da Valorização do Interior foram consideradas contactos de risco e se deverão cumprir o isolamento. Todos os participantes na sessão solene da CIMBAL estiveram próximos, com máscara, para a "fotografia de família".

Até ao momento, o Jornal de Notícias não obteve resposta do gabinete de Ana Abrunhosa para esclarecer a situação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG