Medicina

Primeira gastroenterologista portuguesa nomeada para sociedade europeia

Primeira gastroenterologista portuguesa nomeada para sociedade europeia

A médica Henedina Antunes, de Braga, foi a primeira gastroenterologista portuguesa nomeada para a Sociedade Europeia de Gastrenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica, enquanto membro do Grupo de Trabalho Sobre Doença Celíaca.

Henedina Antunes é a representante portuguesa no Grupo de Trabalho Sobre Doença Celíaca, através do qual se pretende fomentar o intercâmbio de informação científica, o desenvolvimento de investigações e a promoção de formações relacionadas com a doença celíaca.

A gastroenterologista pediátrica do Hospital de Braga "viu assim o reconhecimento pelo trabalho que tem vindo a ser desenvolvido na área da doença celíaca em Portugal", como destaca a instituição hospitalar bracarense.

Tendo por objetivo promover a saúde gastrointestinal e o bem-estar das crianças, aquela sociedade europeia implementou, entre outras medidas, a criação de diversos grupos de trabalho que são constituídos por especialistas europeus das áreas de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica.

Henedina Antunes, enquanto representante deste grupo de trabalho, já promoveu a tradução para português de um manifesto sobre doença celíaca pediátrica, elaborado pela Sociedade Europeia de Gastrenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica.

O objetivo é que esta informação seja divulgada pelo maior número de pessoas de forma a explicar em que consiste a doença celíaca e contribuir para o diagnóstico precoce da doença de forma a prevenir complicações.

A importância é ainda maior tendo em conta o facto de, na Europa, cerca de 80% dos casos em crianças ainda não estarem diagnosticados e já no caso de Braga, por cada criança diagnosticada existe uma que desconhece ter doença celíaca, de acordo com um estudo recente coordenado por Henedina Antunes e desenvolvido por Daniela Araújo, em mestrado integrado em Medicina.

A Sociedade Europeia de Gastrenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica distinguiu também a Equipa de Gastrenterologia, Hepatologia e Nutrição do Serviço de Pediatria do Hospital de Braga no seu 51º Encontro Anual que decorreu em Genebra, Suíça.

Alunos de Medicina, Médicos, Internos de Pediatria, Pediatras e Gastroenterologistas Pediátricos do Hospital de Braga apresentaram 11 trabalhos neste congresso europeu. Com esta participação, a equipa recebeu dez mil euros de bolsas e viu premiado um dos trabalhos como "poster of distinction".

A doença celíaca caracteriza-se pela intolerância crónica ao glúten, contido no trigo, cevada e centeio. Quando um celíaco ingere glúten, o seu sistema imune reage danificando a mucosa do intestino.