Covid-19

Primeiro-ministro indiano cancela visita ao Porto para participar em cimeira com a UE

Primeiro-ministro indiano cancela visita ao Porto para participar em cimeira com a UE

Narendra Modi cancelou a visita programada para o próximo mês, em maio, ao Porto, onde iria participar numa cimeira com a União Europeia (UE), sabe o JN. O agravamento da pandemia na Índia terá justificado a decisão.

A cimeira da Índia com os 27 líderes europeus, no âmbito da Presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, estava prevista para o dia 8 de maio, no Porto. A reunião serviria para reforçar as relações económicas e comerciais entre os dois territórios, tendo em vista um "Acordo de Investimento", conforme detalha o programa da Presidência, que se estende até 30 de junho deste ano.

No entanto, o Jornal de Notícias sabe que o encontro, considerado em 2020 a "joia da coroa" da Presidência portuguesa da UE por António Costa, já não se irá realizar, pelo menos na data prevista.

Em novembro do ano passado, o primeiro-ministro português afirmava que a cimeira era "da maior importância". Um passo importante para enfatizar o relacionamento da Europa com "toda a região do Indo-Pacífico", onde se incluem potências, não só a Índia, mas também a "China, Japão, Nova Zelândia e Austrália".

A cimeira de maio seria a primeira em que Modi estaria com todos os líderes dos 27 Estados-membros da União Europeia.

A pandemia de covid-19 agravou-se nos últimos dias na Índia, o que terá ditado o cancelamento da visita do primeiro-ministro indiano.

As autoridades indianas decretaram uma semana de confinamento na capital, Nova Deli e uma nova variante (B.1.617) está a ser acompanhada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Mais de 270 mil infeções foram registadas esta segunda-feira e teme-se o colapso dos sistemas de saúde naquele país.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG