Premium

Produção e qualidade dos vinhos do Douro sobem em 2019

Produção e qualidade dos vinhos do Douro sobem em 2019

O potencial de produção na Região Demarcada do Douro deverá situar-se, este ano, entre as 263 mil e 288 mil pipas (550 litros, cada) de vinho. A previsão foi avançada por Rosa Amador, diretora-geral da Associação de Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID). "São mais 23% do que a média da colheita dos últimos cinco anos", acrescentou.

Esta previsão é feita com base no método de pólen, pelo que até à vindima muita coisa pode mudar. Para já, verifica-se que o ano vitícola está a correr "relativamente bem" do ponto de vista fitossanitário. As uvas apresentam-se "muito sãs", ao contrário do que ocorreu no ano passado em que se registaram escaldões por excesso de calor e grandes ataques de míldio. Esta doença, que é potenciada pela humidade e que ataca os cachos e outras partes verdes da planta, deitou por terra as previsões feitas na fase da floração em 2018. A ADVID previu entre 254 mil e as 273 mil pipas, depois reviu em baixa para as 230 mil e no lavar dos cestos foram contabilizadas um pouco menos de 200 mil.

Este ano as condições não têm sido favoráveis a grandes problemas causados pelo míldio. "Está a ser um ano sem grande pressão das doenças", resumiu Rosa Amador, apesar de ter havido "um pouco de desavinho [cachos que não vingaram] em vinhas de zonas mais altas da região".

Outros Artigos Recomendados