Exclusivo

Professores "perdem o sono" por falta de apoio

Professores "perdem o sono" por falta de apoio

É nas escolas que, muitas vezes, se nota primeiro que uma criança tem dificuldades de aprendizagem relacionadas com disfunções cognitivas que exigem intervenção.

Os professores notam primeiro, também, quando as crianças deixam de ser acompanhadas por terapeutas. E chegam a "perder o sono", como relata Virgínia Castro, professora de educação especial há mais de três décadas. "É frustrante tentar ajudar estas crianças quando, às vezes, bastava uma pequena ajuda para conseguirem", lamentou a docente no Agrupamento de Escolas Dr. Costa Matos, em Gaia.

O efeito da pandemia, com a telescola, as máscaras e os confinamentos, é evidente para quem está nas escolas. "Há cada vez mais crianças a precisar de apoios, com perturbações de aprendizagem e de leitura", alerta a professora.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG