Exclusivo

Profissionais de saúde carregam baterias em Fátima

Profissionais de saúde carregam baterias em Fátima

A dois dias do início da última grande peregrinação deste ano ao Santuário de Fátima, eram muitos os peregrinos a pé que ontem percorriam os caminhos da fé.

Para a maioria, esta é uma peregrinação adiada desde maio. Para outros, é uma peregrinação antecipada e de alguma forma incompleta espiritualmente, já que não vão arriscar ficar para as celebrações do 12 e 13 de outubro, devido às restrições de um limite máximo de 6000 pessoas no recinto da Cova da Iria, pelo que vão embora ainda hoje. E para outros ainda, como é o caso de um grupo de profissionais de saúde do distrito de Viseu, esta é sobretudo uma caminhada de limpeza emocional e uma jornada de esperança para os desafios que se adivinham num futuro próximo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG