Exclusivo

PS divide-se entre Ana Gomes, Marcelo e até João Ferreira

PS divide-se entre Ana Gomes, Marcelo e até João Ferreira

Os militantes e simpatizantes do PS começam a mobilizar-se depois de, no sábado, a Comissão Nacional (CN) do partido ter optado por dar liberdade de voto nas presidenciais de janeiro.

A decisão de não apoiar Ana Gomes, militante e ex-eurodeputada do PS, não foi bem aceite por todos os socialistas, membros do Governo incluídos. Ontem, a candidata garantiu um apoio de peso, Manuel Alegre, que se junta ao ministro Pedro Nuno Santos, ao secretário de Estado Duarte Cordeiro, e a vários deputados. A cúpula do PS não vê problemas na reeleição de Marcelo Rebelo de Sousa.

"Muitos dizem que a dra. Ana Gomes incomoda, mas é preciso que alguém incomode", afirmou Manuel Alegre ao JN. O antigo candidato nas presidenciais de 2006 e 2011 apontou aos "interesses instalados", à "falta de transparência" e à "promiscuidade entre política e negócios".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG