Eutanásia

PS pede "responsabilidade" na fusão dos cinco projetos

PS pede "responsabilidade" na fusão dos cinco projetos

Depois da votação dos projetos de lei sobre a despenalização da eutanásia, a líder parlamentar do PS apelou "à serenidade" na construção de um texto comum agora em sede de especialidade, tendo em conta que há cinco projetos a fundir.

"O meu apelo continua a ser o mesmo: serenidade e responsabilidade em sede de especialidade. Temos muito trabalho pela frente, desde que todos os projetos passaram à especialidade. Que esse diploma conjunto responda áqueles para quem este diploma feito, aqueles que hoje sofrem e querem uma solução para o fim do seu sofrimento", afirmou Ana Catarina Mendes, fora do hemiciclo.

A socialista disse que o PS apresentou um "projeto extremamente cauteloso e que prevê todas as garantias médicas e técnicas, e prevê a garantia da autonomia da liberdade de cada uma das pessoas que chega ao limite do sofrimento".

Já sobre a entrada no Parlamento de um pedido de referendo sobre o assunto, a líder parlamentar do PS apontou que a bancada já deixou claro que é contra referendar-se estes direitos.

Ana Catarina Mendes não fez qualquer comentário à possibilidade de o CDS avançar com um pedido junto do Tribunal Constitucional para a fiscalização do futuro diploma que for consensualizado na especialidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG