Exclusivo

PS quis ligar Vítor Fernandes a créditos problemáticos

PS quis ligar Vítor Fernandes a créditos problemáticos

Comissão de inquérito à CGD desvalorizou papel do gestor. Banco de Fomento avançará mesmo sem presidente eleito.

O Partido Socialista (PS) quis fazer uma ligação direta entre Vítor Fernandes e os créditos problemáticos da Caixa Geral de Depósitos, no relatório da segunda comissão parlamentar de inquérito à gestão do banco público em 2019, mas a menção caiu na versão final do documento, aprovada pelos partidos. Esta semana, o Governo suspendeu a eleição de Vítor Fernandes para o Banco de Fomento e, ontem, Siza Vieira disse que a instituição financeira poderá trabalhar mesmo sem um presidente do conselho de administração.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG