Incêndio

PSD chama ao Parlamento IP e secretário de Estado sobre Túnel do Marão

PSD chama ao Parlamento IP e secretário de Estado sobre Túnel do Marão

O PSD vai chamar ao Parlamento o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme Martins, e o presidente da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo, para prestarem esclarecimentos sobre o incidente de domingo à noite, no Túnel do Marão.

"Queremos saber o que aconteceu exatamente, qual foi a capacidade de resposta e quais são os ensinamentos que se retiram daquele incidente que, felizmente, não fez vítimas", disse à agência Lusa o deputado social-democrata Luís Leite Ramos, eleito pelo círculo de Vila Real.

O objetivo do PSD é ficar com a certeza de que o sistema de segurança do túnel está a funcionar em pleno e de que as pessoas podem ficar descansadas pela forma como as várias entidades, desde bombeiros, GNR ou IP responderam ao incêndio de um autocarro com 20 passageiros.

"Queremos saber se ontem [domingo] houve alguma descoordenação e falta atempada de resposta, tal com anunciaram os meios de comunicação social", referiu Luís Leite Ramos.

Outra das questões colocadas pelo partido é se a decisão do Governo PS em transferir o sistema de monitorização e controlo de trafego no Túnel do Marão de Vila Real para Almada, no distrito de Setúbal, teve impacto na capacidade e tempo de resposta das organizações de socorro e forças de segurança.

PUB

Luís Leite Ramos recordou que o presidente da Câmara Municipal de Vila Real, o socialista Rui Santos, fez uma conferência de imprensa em vésperas do Natal para denunciar questões de falta de segurança no túnel, mas já lá vão seis meses e até agora nada mudou, sublinhando não saber o que é que ele fez para inverter a situação.

Para já, o PSD quer ouvir apenas Guilherme Martins e António Laranjo, mas admite vir a ouvir mais entidades e responsáveis mediante a informação que forem obtendo sobre o caso.

O autarca de Vila Real exigiu a abertura de um inquérito exaustivo que relate o que correu bem e explicite o que correu mal.

O incêndio de um autocarro com 20 passageiros, da empresa Rodonorte, dentro do Túnel do Marão, ao quilómetro 74 da autoestrada do Marão, entre Amarante e Vila Real, obrigou, no domingo, ao corte do trânsito em ambos os sentidos, mas não causou vítimas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG