Debate quinzenal

PSD desafia Costa a testar apoio de BE e PCP

PSD desafia Costa a testar apoio de BE e PCP

António Costa foi, esta quarta-feira, desafiado pelo PSD a apresentar no Parlamento uma moção de confiança ao Governo. O primeiro-ministro lembrou que já há uma iniciativa do CDS nesse sentido na próxima semana e o Bloco de Esquerda acusou a bancada laranja de estratégia "deplorável".

"Tem ou não coragem de apresentar a este Parlamento uma moção de confiança?", questionou o líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, que apontou a Costa que o Governo já "não tem a confiança do país, nem do presidente da República".

"Na verdade, já não está aí a fazer nada e fazia um favor ao país se apresentasse a sua demissão ao presidente da República", acrescentou o social-democrata, após frisar que a "floresta é a mesma de há cinco anos" e o que "falhou foi a Proteção Civil".

António Costa acusou o PSD de manobras políticas parlamentares e acabou aplaudido pela bancada socialista quando criticou quem quer "confundir a gravidade dos temas desta natureza com debates desta natureza".

Hugo Soares voltou à carga e defendeu que o chefe de Governo sofre de falta de modéstia: "Não tivesse soberba e tivesse ouvido o que dissemos há quatro meses e preparado melhor o fim de semana de incêndios". Segundo o líder parlamentar do PSD, António Costa pensa que "para se manter no poder diz, que se lixem os portugueses".

Em resposta, o primeiro-ministro disse que tem a "consciência que a legitimidade deste Governo é exclusivamente parlamentar" e que moções de confiança são apresentadas por "quem se sente inseguro quanto à confiança". "O Governo não se sente inseguro", assegurou, referindo que na próxima semana, com o debate e a votação da moção de censura do CDS, haverá "ou a queda do Governo ou a confirmação da confiança política".

O BE, pela voz da coordenadora Catarina Martins, criticou a moção de censura ao Governo que o CDS-PP vai apresentar, definindo-a como um "truque grotesco", e classificou de "ridículo" o apelo do PSD para uma moção de confiança.