Nacional

PSD discorda de Cavaco quanto ao regresso do imposto sucessório

PSD discorda de Cavaco quanto ao regresso do imposto sucessório

O secretário-geral do PSD, Matos Rosa, manifestou-se esta segunda-feira contra a recuperação do imposto sucessório, uma possibilidade sugerida no sábado pelo Presidente da República.

"Não há nenhum sistema de impostos perfeitamente justo mas recuperar o imposto sucessório não traria mais justiça ao actual sistema fiscal", afirmou Matos Rosa, numa curta declaração aos jornalistas, sem direito a perguntas, antes da sessão de abertura da Universidade de Verão, em Castelo de Vide.

O Presidente da República, Cavaco Silva, mostrou-se sábado surpreendido com a discussão em redor da criação de um imposto sobre as grandes fortunas, sem "voltar a pensar" na tributação das heranças e doações.

"É um bocado surpreendente que se discuta agora o imposto sobre a fortuna que, vários países já tiveram mas muitos aboliram, sem voltar a pensar na tributação das heranças, das doações", disse.

Cavaco Silva relembrou que a tributação do património é "sempre muito difícil", uma vez que é necessário detetar "todas as peças" do património, no caso de um individuo "e nem sempre é fácil encontrar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG