Autárquicas

PSD/Lisboa lamenta não ser envolvido na escolha do candidato

PSD/Lisboa lamenta não ser envolvido na escolha do candidato

O presidente da concelhia de Lisboa do PSD, Mauro Xavier, manifestou "profundo desagrado" por esta estrutura não ter sido envolvida na escolha do candidato do partido à presidência da Câmara Municipal.

"Acabei de ver que Passos Coelho deu a indicação do nome do candidato à Câmara Municipal de Lisboa, mas remeteu esse anúncio para a distrital da capital, este fim de semana. Enquanto presidente do PSD/Lisboa, venho demonstrar o meu profundo desagrado com a metodologia escolhida e pelo não envolvimento da concelhia no processo", escreveu Mauro Xavier numa publicação feita na sua página pessoal da rede social Facebook.

A reação surge horas depois de o presidente do partido, Pedro Passos Coelho, ter afirmado que o nome já está definido e trata-se de "uma boa escolha".

Ao início da tarde, quando confrontado pela Lusa com estas declarações, Mauro Xavier indicou apenas não ter recebido qualquer comunicação sobre a candidatura no concelho.

Na sua publicação no Facebook, Mauro Xavier reiterou desconhecer quem é o candidato, mas desejou-lhe "os maiores sucessos políticos".

"Uma alternativa é o que todos os lisboetas desejam", notou.

Segundo o líder da concelhia, o PSD tem "um programa inovador para a cidade, preparado pela o grupo de trabalho liderado pelo José Eduardo Martins e presidentes de junta com um trabalho impar".

"Este é o tempo de o PSD estar unido em torno da sua candidatura. (...) No que depender de mim, no dia das eleições, Passos Coelho estará com o seu candidato na varanda da praça de município", frisou.

O social-democrata adiantou que já transmitiu também esta posição aos militantes.

Nas declarações prestadas aos jornalistas, Passos Coelho salientou que o objetivo do partido na capital é o mesmo que para o país: "Ganhar".

Na corrida à presidência da Câmara da capital estão já Assunção Cristas (CDS-PP), João Ferreira (CDU) e Ricardo Robles (BE). Pelo PS, o candidato deverá ser o atual presidente, Fernando Medina.

Outros Artigos Recomendados