Investimento

Reequipar Forças Armadas custa 700 milhões

Reequipar Forças Armadas custa 700 milhões

Modernização beneficiará empresas nacionais. NATO vai gerir alguns programas para agilizar processos de compra.

Portugal vai investir cerca de 700 milhões de euros na compra de armamento e equipamento, numa tentativa de colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. Feitas as contas, é o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos, com parte deste valor a beneficiar a indústria portuguesa, através do avião KC-390, dos rádios e sistemas de comando e controlo fabricados no nosso país, na empresa EID, e dos navios-patrulhas oceânicos.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG