O Jogo ao Vivo

10 de Junho

Rio assinala Dia de Portugal na África do Sul e em Moçambique

Rio assinala Dia de Portugal na África do Sul e em Moçambique

O presidente do PSD vai assinalar o Dia de Portugal junto das comunidades que vivem na África do Sul e em Moçambique, numa deslocação de seis dias que se inicia quinta-feira e se prolonga até 14 de junho.

Em comunicado, o PSD recorda que, em anos anteriores, Rui Rio assinalou o 10 de Junho - Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas - na Guiné Bissau, em 2018, e no Brasil, em 2019, "tendo sido obrigado, em 2020, a adiar a visita a Moçambique devido à pandemia".

Em 2018, primeiro ano da sua liderança no PSD (que irá deixar no primeiro fim de semana de julho), Rui Rio disse ter concertado a sua deslocação à Guiné-Bissau com o Presidente da República, considerando "mais positivo para Portugal" assinalar o 10 de Junho num local diferente do Marcelo Rebelo de Sousa e do primeiro-ministro, António Costa.

PUB

Este ano, as comemorações oficiais do Dia de Portugal decorrerão em Braga e junto das comunidades portuguesas no Reino Unido.

O programa de Rui Rio começa na quinta-feira, com um encontro com as comunidades portuguesas no Consulado Geral de Portugal em Joanesburgo, seguindo-se, no Dia de Portugal, um almoço com o embaixador, em Pretória, e um jantar com a comunidade portuguesa dessa cidade.

No sábado, já em Moçambique, o ainda presidente do PSD visitará o Hospital Central da Beira e terá um encontro com a Associação Comercial desta região.

Em 13 de junho, está previsto na agenda de Rui Rio um encontro com a organização não governamental Kanimambo, uma associação de apoio às pessoas com albinismo, seguindo-se um jantar na embaixada portuguesa em Maputo para "troca de impressões sobre a situação em Moçambique e relações bilaterais".

No último dia da sua deslocação, 14 de junho, Rui Rio irá apresentar cumprimentos à presidente da Assembleia da República de Moçambique, almoçará com dirigentes de três associações portuguesas em Maputo e visitará a Universidade da capital moçambicana.

Rio é presidente do PSD desde janeiro de 2018 e, na sequência da derrota eleitoral nas legislativas de 30 de janeiro, anunciou a decisão de deixar o cargo até ao verão e antecipar a realização de eleições diretas (tinha mandato até dezembro de 2023).

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro venceu as eleições diretas em 28 de maio, derrotando o antigo vice-presidente Jorge Moreira da Silva por 72,5% dos votos, e assumirá funções plenas como presidente no Congresso, que se realiza de 01 a 03 de julho, no Porto.

Quando assumiu a chefia do Estado, em 2016, Marcelo Rebelo de Sousa lançou, em articulação com o primeiro-ministro, António Costa, e com a participação de ambos, um modelo inédito de duplas comemorações do 10 de Junho, primeiro em Portugal e depois junto de comunidades portuguesas no estrangeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG