O Jogo ao Vivo

PSD

Rio desafiado a demitir Comissão Autárquica

Rio desafiado a demitir Comissão Autárquica

Rui Rio está a ser pressionado a demitir a Comissão Autárquica do PSD, integrada por José Silvano e Salvador Malheiro, por causa dos processos do Porto e de Coimbra.

A forma como está a ser conduzido o processo eleitoral autárquico no Porto e em Coimbra mostram "total incapacidade", "envergonham" e "achincalham" o PSD. Esta é a convicção do conselheiro nacional Hugo Neto, que escreveu ao líder do partido, Rui Rio, a exigir a demissão dos responsáveis pela preparação das autárquicas, em particular o secretário-geral do partido, José Silvano, e o vice-presidente, Salvador Malheiro.

"Nos últimos dias, vieram a público factos sobre a preparação do processo autárquico, nomeadamente no Porto e em Coimbra, que não deixam dúvidas sobre a total incapacidade dos membros da Coordenação Autárquica para o cumprimento do importantíssimo papel que lhes foi confiado", escreveu Hugo Neto.

Em causa, sobretudo o secretário-geral José Silvano e o vice-presidente Salvador Malheiro, os protagonistas do jantar com o autarca independente do Porto Rui Moreira. E, no caso de Silvano, o responsável pela recusa do ex-deputado Nuno Freitas como candidato em Coimbra, devido a uma sondagem que lhe daria poucas probabilidades de vencer.

Além de Silvano e Malheiro, a Comissão Autárquica Nacional do PSD é constituída por Isaura Morais (vice-presidente do PSD e ex-autarca de Rio Maior), Fátima Ramos (ex-autarca de Miranda do Corvo) e Hélder Silva (autarca de Mafra e presidente dos Autarcas Sociais-Democratas).

"Rostos credíveis"

PUB

"A credibilidade destes e de outros projetos políticos autárquicos está irreversivelmente ameaçada, caso os rostos da gestão do processo autárquico do PSD se mantenham inalterados", considera Hugo Neto.

No caso do processo do Porto, o conselheiro nacional e ex-líder concelhio crê que o partido foi "achincalhado". "Tudo o que se passou nos últimos dias envergonha o património histórico do PSD e não tenho dúvidas de que lhe provocará também a si desconforto e embaraço", prossegue.

Hugo Neto pede a Rui Rio que demita a Comissão Autárquica, convicto de que são necessários "rostos credíveis, gente em quem todo o partido se reveja e que não se mova por interesses pessoais". As pretensões do conselheiro nacional esbarraram no silêncio da liderança do partido, onde os críticos internos aguardam pelo resultado das autárquicas. Contactado pelo JN, Silvano também recusou comentar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG