PSD

Rio diz-se pouco vocacionado para questões "do domínio da mercearia"

Rio diz-se pouco vocacionado para questões "do domínio da mercearia"

O presidente dos sociais-democratas, Rui Rio, afirmou, na sexta-feira, que irá falar sobre as "perspetivas futuras da atuação do PSD", dizendo-se pouco vocacionado para questões "do domínio da mercearia".

À entrada para o Conselho Nacional do PSD, em Bragança, Rui Rio, afirmou aos jornalistas que irá fazer uma análise dos resultados eleitorais das últimas legislativas, em que o PSD obteve 27,7% dos votos e 79 deputados.

"Tenho de fazer uma análise do que são os resultados eleitorais, este órgão nunca reuniu depois de 06 de outubro e provavelmente esta será a última vez antes do congresso. E também aquilo que para mim são as perspetivas futuras do que deve ser a atuação do PSD", afirmou.

Questionado se irá também abordar a polémica dos últimos dias sobre o pagamento das quotas pelos militantes, o líder do PSD considerou que no seu cargo terá outros assuntos mais importantes para tratar.

"Não sou muito vocacionado para essas questões administrativas no cargo em que estou, acho que há coisas mais importantes que isso no domínio da mercearia", afirmou.

Além da marcação das eleições diretas e do Congresso, o Conselho Nacional de hoje deverá também debater o regulamento de quotizações do partido, aprovado em julho, e que alguns críticos da direção dizem estar a dificultar o pagamento de quotas pelos militantes.