Desacatos

Rio pede justificações sobre atuação da GNR em Reguengos de Monsaraz

Rio pede justificações sobre atuação da GNR em Reguengos de Monsaraz

O presidente social-democrata pediu este sábado justificações ao Governo sobre a "total condescendência da GNR", na sequência de desacatos junto à esplanada de um café, em Reguengos de Monsaraz, considerando que "facilitismo e impunidade são via para o caos".

"Que justificação têm o ministro da Administração Interna [Eduardo Cabrita] e o primeiro-ministro [António Costa] - que diz que ele é um excelente governante - sobre esta cena de violência, perante a total condescendência da GNR?", questionou Rui Rio, através de uma publicação na rede social Twitter.

O presidente do PSD acrescentou que o "facilitismo e impunidade são via para o caos, não são caminho para o desenvolvimento".

Um homem sofreu ferimentos ligeiros após ter sido atropelado na sequência de desacatos junto à esplanada de um café na sexta-feira à noite, em Reguengos de Monsaraz, distrito de Évora, disseram hoje fontes da GNR e dos bombeiros.

Em comunicado, a GNR indicou que os desacatos provocaram três feridos, sendo que os outros dois não precisaram de atendimento hospitalar.

PUB

Segundo a GNR, a viatura envolvida no atropelamento, conduzida por um homem, foi encontrada posteriormente, sem o condutor, tendo este veículo e um outro, de pessoas alegadamente envolvidas na ocorrência, sido apreendidos pela Guarda.

A GNR esclareceu que será instaurado processo de averiguações para apuramento de eventual responsabilidade disciplinar relativamente à atuação dos militares da Guarda Nacional Republicana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG