Legislativas

RTP, SIC e TVI acordam realizar 36 debates televisivos

RTP, SIC e TVI acordam realizar 36 debates televisivos

A RTP, a SIC e a TVI acordaram realizar 36 debates entre candidatos às eleições legislativas de partidos ou coligações que elegeram deputados em 2019, disse à Lusa António José Teixeira, diretor de informação da RTP.

"Este é um esforço e um contributo dos três canais generalistas para ajudar ao esclarecimento público num período eleitoral que será vivido ainda em contexto pandémico", afirmou.

António José Teixeira adiantou que o calendário dos debates será apresentado nos próximos dias.

Na segunda-feira, o JN noticiou que representantes dos partidos políticos estiveram reunidos com os diretores de informação dos canais televisivos e aceitaram a inclusão do Livre nos debates entre os partidos com representação parlamentar.

Livre satisfeito

O Livre congratulou-se com a decisão das televisões de incluírem o partido nos debates televisivos entre candidatos às eleições legislativas, considerando que este "é um dia feliz para o Livre mas sobretudo para a democracia".

"Estamos felizes por as televisões começarem a inverter a tentativa de exclusão. Não é um favor ao Livre, mas um cumprimento da lei e valores constitucionais. Os valores que o Livre tem defendido, que a CNE reconheceu como válidos e aguardamos que se confirme o tratamento em igualdade dado ao Livre", afirmou à Lusa o porta-voz do Grupo de Contacto (direção) do partido da papoila, Pedro Mendonça.

PUB

Questionado sobre esta decisão, o porta-voz considerou que este é um "dia feliz" para o Livre "mas sobretudo para a democracia".

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) defendeu, esta quarta-feira, que o Livre, que em 2019 elegeu a deputada Joacine Katar Moreira, deve ser incluído nos debates televisivos entre os partidos candidatos às eleições legislativas, pedindo à ERC que determine "uma medida provisória" que impeça o afastamento desta força política.

Na semana passada, o Livre anunciou que iria avançar com uma providência cautelar contra os três canais generalistas de televisão e uma queixa à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) pela exclusão dos debates para as eleições legislativas, argumentando que a "lei é clara" quanto ao seu direito de participação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG