Exclusivo

Rui Moreira: Descentralização foi "um cozinhado" tratado com "ligeireza"

Rui Moreira: Descentralização foi "um cozinhado" tratado com "ligeireza"

O presidente da Câmara do Porto afirmou que o processo de descentralização "foi um cozinhado" acordado entre a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e o primeiro-ministro. Rui Moreira frisou ainda que o Porto "nunca passou mandato" à ANMP para negociar em seu nome e admitiu que a saída do município da associação possa tornar "o caminho mais fácil" para outros seguiram o exemplo.

As afirmações de Rui Moreira foram feitas esta segunda-feira, durante a segunda edição do "Conversas do Caldas", uma iniciativa promovida pelo CDS que juntou seis autarcas do partido. Os autarcas teceram críticas à condução do processo de transferência de competências que, dizem, "começou mal", foi "imposto" e não vem acompanhado pelo "respetivo envelope financeiro".

"Não houve nenhum presidente de Câmara que tenha dito que não queria a descentralização, mas as coisas funcionam mal quando são tratadas com ligeireza. E a coisa começa a ser tratada com ligeireza quando há um acordo com o atual primeiro-ministro, o atual presidente do PSD e a Associação Nacional de Municípios sem nos ouvirem. Foi um cozinhado. Acordamos um dia a ler no jornal que tinham feito um cozinhado e que íamos ficar com competências", criticou Moreira, reiterando a vontade do Porto de sair da ANMP e admitindo que, com a saída do Porto, "o caminho é mais fácil para os outros".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG