Nacional

Rui Rio acusa CDS de "falta de sentido de Estado"

Rui Rio acusa CDS de "falta de sentido de Estado"

O líder do PSD acusou o CDS de "falta de sentido de Estado" e recusou a proposta dos centristas para que o salário dos juízes tenha como teto máximo o vencimento do presidente da República.

Rui Rio utilizou a sua conta na rede social Twitter para comentar a proposta de alteração do CDS ao Estatuto dos Magistrados Judiciais, feita na terça-feira no parlamento, para que o salário dos juízes tenha como teto o do presidente, noticiada pelo "Público" e pelo "Jornal de Negócios".

"Isto é falta de sentido de Estado. Não é prudente e, muito menos, sensato. É, também, injusto para muitas classes profissionais. Não é difícil ser fraco com os fortes e forte com os fracos. Não contem com o PSD. Estou convictamente contra!", lê-se na mensagem de Rui Rio, publicada esta quarta-feira.

A proposta do CDS foi acolhida pelo PS, que propusera eliminar o teto máximo do salário do primeiro-ministro para o vencimento dos juízes, segundo noticia o "Público".

Se a proposta for aprovada isso permitirá que subam os vencimentos de juízes a exercer funções em tribunais superiores.

PUB

Em 3 de abril, o presidente do PSD acusou o Governo de andar "à deriva" na progressão de carreiras na função pública devido à proximidade das eleições e defendeu que "ninguém deve ganhar mais do que o presidente da República".

"Não é politicamente correto, nem popular, mas é a minha convicção desde há muitos anos: na função pública o salário do presidente da República deve ser o mais alto e ninguém deve ganhar mais que o primeiro-ministro. É um princípio que há muitos anos defendo", afirmou, salientando que esta sua posição não se limita aos magistrados.

As alterações ao Estatuto dos Magistrados Judiciais está em debate no parlamento, tendo sido criado um grupo de trabalho, no âmbito da comissão parlamentar dos Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, que tem nova reunião prevista para sexta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG