O Jogo ao Vivo

Política

Rui Rio acusa Costa de governar com meias verdades

Rui Rio acusa Costa de governar com meias verdades

Rui Rio acusou António Costa de governar com "meias verdades", frisando que apenas o PSD poderá substituir o PS na governação.

A discursar no encerramento das jornadas parlamentares do PSD, esta tarde no Porto, Rui Rio frisou que o estado do país é critico porque "Portugal está mal governado".

"Só com um discurso político de coragem e de verdade" será possível captar os portugueses, disse o líder social-democrata atirando que António Costa já passou as "fake news". Este é um governo que reclama ter aumentado o emprego e reduzido o défice e a dívida. "Tudo isto embrulhado num discurso de meias verdades", exclamou.

O emprego criado é "de fraca qualidade" e precário, contrapôs Rio. O défice foi reduzido, mas com cativações "cegas, exageradas e pouco prudentes" e a redução da dívida "é o que está mais próximo da mentira".

As constantes manifestações de insatisfação nos diversos setores do país são resultado daquilo que governo plantou, insistiu. "O que colhe um governo que vende ilusões? Greves, greves greves" insistiu Rio, sublinhando que "só há estas greves todas porque foram dadas expectativas que não correspondem à realidade".

"Este é o Governo mais à esquerda que tivemos em Portugal" e que não foi capaz de vingar nas políticas sociais, insistiu.

Para o líder partidário, o único partido apto para substituir o atual executivo é o PSD. "Todos temos consciência que se for para mudar, para fazer uma política diferente, só há uma possibilidade, que é o PSD ganhar as eleições", defendeu Rio.

Num discurso longo que mereceu, em diverso momentos, as palmas da audiência, Rio traçou metas para o futuro, realçando aquilo que os social-democratas querem ver no "Portugal de amanhã".

"Aquilo que nós precisamos é de melhor gestão, mais rigor, menos compadrio, mais coragem, mais reformismo, mais crescimento económico e, para embrulhar, um discurso político de coragem e de verdade", resumiu