Crongresso

Rui Rio acusa PCP de ser "prepotente"

Rui Rio acusa PCP de ser "prepotente"

O líder do PSD agravou, esta sexta-feira, o ataque ao PCP por persistir em realizar o seu congresso, em Loures, no pico da pandemia, acusando o partido de estar a ser "prepotente".

"Acho absolutamente lamentável esta atitude prepotente do PCP". Foi assim que Rui Rio voltou a comentar, nesta sexta-feira, o congresso dos comunistas, que se realiza, este fim de semana, em Loures, em pleno pico da pandemia.

O líder do PSD lembrou que o seu partido adiou um congresso na Madeira e que o PS "também deveria gostar" de realizar o seu congresso, uma vez que já teve diretas, mas não o fez. E acrescentou: "Gostava de fazer um congresso para rever os estatutos e não faço, porque seria o pior dos exemplos que se poderia dar".

A seguir, Rui Rio atacou o Governo, acusando-o de "covardia". "Da parte do Governo, é uma covardia não solicitar ao PCP que adie e não tomar as medidas que poderia tomar e que a lei permite que sejam tomadas, como o congresso ser por videoconferência", rematou o líder do PSD, no Porto, ao inaugurar um de 15 cartazes, que vão ser colocados no Porto, em Lisboa e Barcelos para assinalar o 40º aniversário da morte do fundador do partido, o antigo primeiro-ministro Francisco Sá Carneiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG