Exclusivo

Rui Rio pressionado a demitir-se para se marcarem diretas

Rui Rio pressionado a demitir-se para se marcarem diretas

Conselheiros nacionais esperam que, em Barcelos, seja encontrado, pelo menos, um período temporal para a realização de eleições internas. Processo eleitoral apenas pode ser desencadeado após demissão do líder, lembram dirigentes.

Não pode passar do Conselho Nacional de hoje. Conselheiros nacionais defendem que Rui Rio deve demitir-se da liderança do PSD para que seja desencadeado o processo de eleições internas. Até pode não ser acordada, em Barcelos, uma data específica para as diretas. Mas é esperado, pelo menos, um "período temporal". Caso isso não aconteça, avisam o líder do partido que será confrontado "com alguma dureza". Em suma, está nas mãos de Rui Rio conseguir uma "transição pacífica" na liderança, advertem.

Para o ex-líder da JSD Pedro Rodrigues, não há alternativa: no Conselho Nacional de Barcelos, é preciso que se "inicie o processo de reflexão de que o partido precisa e que o presidente do PSD apresente a sua demissão, de modo a permitir que o partido ultrapasse o estado de negação em que se encontra".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG