Diretas

Rui Rio vai recandidatar-se à liderança do PSD

Rui Rio vai recandidatar-se à liderança do PSD

O presidente do PSD, Rui Rio, vai voltar a candidatar-se à liderança do partido nas eleições diretas de 4 de dezembro, enfrentando Paulo Rangel. "Por Portugal, sou candidato", afirma Rio, citado num comunicado enviado às redações por Salvador Malheiro, diretor da campanha de recandidatura.

Depois de ter afirmado, na segunda-feira, que a decisão sobre a eventual recandidatura estava "quase tomada", surge, agora, a confirmação: Rui Rio vai mesmo recandidatar-se à liderança do PSD. A decisão foi comunicada esta terça-feira por Salvador Malheiro, vice-presidente do PSD e autarca de Ovar.

"Depois de uma reflexão aprofundada sobre a situação política do país, e atendendo aos recentes resultados das últimas eleições autárquicas e [à] incompreensível instabilidade e divisões internas entretanto geradas no PSD, o presidente Rui ​​​​​​​Rio decidiu recandidatar-se à liderança", lê-se no comunicado.

Malheiro sublinhou que a decisão foi "tomada no devido tempo, de forma serena e responsável, e sem qualquer preocupação de ordem tática". O fator preponderante foi o facto de Rio ter entendido "que o interesse de Portugal tem de estar acima daquilo que possa ser a tranquilidade da sua própria vida pessoal".

Embora tenha admitido que o líder do partido poderia ter a "tentação" de não se candidatar, Salvador Malheiro afirmou que, "como sempre, Rui Rio não é homem para desistir de lutar pelo PSD e, acima de tudo, por Portugal". A apresentação formal da recandidatura será feita "brevemente", revelou.

As eleições diretas do PSD estão marcadas para 4 de dezembro. Além de Rio, também o eurodeputado Paulo Rangel já anunciou que é candidato.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG