Hospitais

Santa Maria com quase 12 horas de espera para doentes urgentes

Santa Maria com quase 12 horas de espera para doentes urgentes

A urgência geral do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, está, esta manhã de segunda-feira, com um tempo médio de espera de quase 12 horas.

Depois de um fim de semana complicado, o maior hospital da região de Lisboa e Vale do Tejo volta a registar nas urgências tempos de espera muito acima do recomendado.

De acordo com informação disponível no Portal do SNS, às 10.30 horas desta segunda-feira, o tempo médio de espera para doentes urgentes, triados com a pulseira amarela, no Hospital de Santa Maria era de 11.38 horas. Meia-hora mais cedo já superava as 12 horas.

PUB

Para os doentes com a pulseira verde, pouco urgentes, e que poderiam ter resposta nos cuidados primários, o tempo médio de espera era de quase 11 horas.

Ainda na região de Lisboa e Vale do Tejo, o Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, está com uma espera média de três horas para os doentes muito urgentes (pulseira laranja), que deveriam ser observados pelo médico em 10 minutos. Os doentes com pulseira amarela daquele hospital esperam em média mais de duas horas.

O Hospital de Vila Franca de Xira, que também começou a manhã com tempos dilatados, apresenta agora uma espera média de 2.40 horas para doentes com a pulseira amarela.

No fim de semana, o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), que integra o Santa Maria, emitiu um comunicado para explicar os longos tempos de espera na urgência central.

No sábado, a unidade registou 460 atendimentos, mais 30% do que no mesmo dia da semana anterior. O aumento, justificou o hospital, resultou de "uma maior procura por parte dos utentes da área de referência do CHULN", mas também da necessidade de apoiar outras unidades da região, que ativaram o desvio de doentes por parte do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), designadamente o Hospital Beatriz Ângelo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG