Brexit

Santos Silva diz que políticas de migração que Londres quer são um "berbicacho"

Santos Silva diz que políticas de migração que Londres quer são um "berbicacho"

As políticas de migração que o Reino Unido pretende assumir a partir de 2021 são "um dos berbicachos" que Portugal e a União Europeia têm pela frente, admitiu o ministro dos Negócios Estrangeiros, no parlamento.

"Não é imaginável que consigamos uma relação muito próxima em matérias de relação comercial, de defesa, de segurança, entre outras", mantendo uma política migratória como defende o Reino Unido, afirmou Augusto Santos Silva em comissão parlamentar. "Esse é um dos berbicachos que temos pela frente", reconheceu.

O Reino Unido anunciou no passado dia 19 que irá adotar novas regras para a imigração pós-Brexit, dificultando o acesso dos cidadãos da União Europeia e impondo requisitos, como falar inglês, qualificações e um salário mínimo de 25.600 libras (30.800 euros).

Lembrando que o acordo de saída do Reino Unido da União Europeia conseguido foi "de transição suave", Augusto Santos Silva sublinhou que, "a partir de janeiro do próximo ano, o Reino Unido será soberano em termos de política migratória".

"Mesmo que essas regras não tenham o acordo da União Europeia e dos outros Estados-membros, foi para isso que o Reino Unido fez o Brexit", lembrou Santos Silva, que está a ser ouvido em comissão parlamentar.

O ministro garantiu, no entanto, que Portugal não só não pretende adotar nenhum tipo de retaliação relativamente à política migratória do Reino Unido como não o recomenda a nenhum dos outros Estados-membros da União Europeia.

"Não nos podemos esquecer que o Reino Unido é o primeiro mercado de turismo de Portugal", portanto "temos todo o interesse em tratar bem os britânicos", referiu.

De acordo com dados divulgados em janeiro pelo Turismo de Portugal, o Reino Unido é o quarto maior mercado emissor de turistas a nível mundial e o segundo maior da Europa, tendo gerado 88,2 milhões de turistas em 2018. Nesse ano, o Reino Unido foi o principal mercado da procura externa para Portugal.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG