Alterações Climáticas

Seca leva Aquário Vasco da Gama a acolher espécies em risco

Seca leva Aquário Vasco da Gama a acolher espécies em risco

O Aquário Vasco da Gama da Marinha Portuguesa abriga três espécies nativas da zona de Oeiras que, devido à seca, estão em perigo de extinção.

A seca que o país vive este verão está a deplorar os cursos de águas do concelho de Oeiras. De modo a proteger espécies naturais da zona, a Marinha Portuguesa, através do Aquário Vasco da Gama, decidiu salvar estas espécies da extinção até que sejam restabelecidas condições necessárias para o seu bem-estar no seu habitat natural.

Esta iniciativa protege espécies como a Boga-portuguesa, uma espécie de peixe que apenas pode ser encontrada em Portugal, está protegida por lei e encontra-se em risco de extinção.

PUB

O Escalo-do-sul, nativo da Península Ibérica, também se encontra protegida por lei e está criticamente em risco de extinção.

Também o Verdemã, natural da Península ibérica, em Portugal tem estatuto de conservação pouco preocupante mas é classificada como espécie vulnerável no resto da Europa e é protegido por lei.

O transporte dos animais para as instalações do Aquário Vasco da Gama foi feito em articulação com o município e com o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF). Segundo a Marinha, após serem restabelecidas as condições naturais necessárias, estes espécimes serão devolvidos à Natureza.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG