Proteção Civil

Seis empresas vão operar o Siresp até 2027

Seis empresas vão operar o Siresp até 2027

A empresa pública Siresp SA já adjudicou os sete lotes relativos ao concurso público para a operação e manutenção da rede Siresp até ao final de 2027. A NOS é a única empresa que vence dois lotes e a Motorola, já se sabia, venceu o mais valioso.

A adjudicação à Motorola já tinha sido anunciada a 21 de novembro para os serviços de manutenção da rede Tetra, a que correspondia o primeiro lote do concurso, mas faltava conhecer os restantes seis lotes. Agora, anunciou a Siresp SA, "foram adjudicados os últimos seis lotes do concurso" que registou "13 candidaturas que apresentaram 16" propostas.

A NOS é a única empresa que vence dois lotes. São eles o lote dois, para os serviços de transmissão por circuitos terrestres, e o lote três, para serviços de redundância de transmissão via satélite. O lote quatro, referente aos serviços de manutenção das infraestruturas básicas de suporte, foi adjudicado à OMTEL. O lote cinco, para serviços de manutenção e evolução dos sistemas de informação da rede, foi adjudicado à No Limits. O lote seis, de fornecimento de energia às estações base do Siresp, foi adjudicado à Moreme, e o lote sete, de implementação e operação de um centro de operações de segurança, foi adjudicado à Altice.

PUB

"Nesta decisão está a salvaguarda do interesse público e da soberania do Estado", refere a Siresp SA, acrescentando que as adjudicações permitem "cumprir o prazo definido pelo Estado para a concretização deste concurso até 31 de dezembro de 2022".

Recorde-se que o atual contrato do Siresp termina a 31 de dezembro deste ano, data a partir do qual se prevê que entrem em operação as empresas que agora venceram os concursos, nomeadamente a Motorola (lote um), que é a que assegura o fornecimento do serviço.

O concurso público está agora no Tribunal de Contas que ainda tem de se pronunciar e dar o aval aos contratos até 31 de dezembro, sob pena de o Governo ter de encontrar uma solução alternativa.

Os valores das propostas ainda não são conhecidos, mas o concurso público foi lançado com o valor base de 75 milhões de euros, pelo que o montante total das propostas terá de ser igual ou inferior.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG