Exclusivo

Sem aviões, passageiros viram-se para comboios e autocarros low cost

Sem aviões, passageiros viram-se para comboios e autocarros low cost

As ligações internacionais em transportes alternativos têm conquistado passageiros neste verão de caos nos aeroportos. Os comboios e os autocarros têm mais procura, nomeadamente nas ligações a Madrid, onde greves cancelaram voos na semana passada.

Nas últimas semanas, a empresa de autocarros "low cost" Flixbus notou "um aumento de cerca de 50% na procura" das ligações entre Lisboa e Porto a Madrid, o que obrigou "ao reforço da operação nestas linhas". Segundo Pablo Pastega, diretor geral da Flixbus para Portugal e Espanha, "de uma forma geral, com o caos que se vive nos aeroportos e na aviação em Portugal e na Europa, a Flixbus é cada vez mais uma alternativa às viagens de avião e isso está a refletir-se não só nas viagens a partir de Portugal, como do resto da Europa". Os preços são dinâmicos, isto é, ajustam-se conforme a procura e a antecedência da compra, mas começam em 19,99 euros entre Lisboa e Madrid e em 14,99 euros entre o Porto e Madrid.

A afluência aos comboios é menos evidente, por já não existir o Lusitânia entre Lisboa e Madrid desde 2020. Ainda assim, a CP nota que a procura aumentou "ligeiramente" no final da semana passada. Nos transbordos necessários em Badajoz, revelou fonte da empresa, cerca de três dezenas de passageiros passaram do comboio regional português para o da espanhola Renfe.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG