BE

Sérgio Aires critica silêncio covarde da oposição sobre caso Selminho

Sérgio Aires critica silêncio covarde da oposição sobre caso Selminho

O candidato do BE à Câmara do porto acusou, este domingo, os seus adversários de "covardia" por estarem em "silêncio" a propósito do caso Selminho. Sérgio Aires exige explicações de Rui Moreira.

"O caso Selminho é grave. Não é uma invenção nem do Bloco nem da Comunicação Social", afirmou o candidato do BE à Câmara do Porto, durante um comício, este domingo, na praça D. João I, com os restantes candidatos do partido no distrito e com a coordenadora nacional Catarina Martins.

Para Sérgio Aires, é "estranho" o "silêncio" das restantes forças políticas sobre um caso que pode levar à perda de mandato do atual presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, dentro de uns meses.

"Que estranho que é, que covardia que é o silêncio das outras forças políticas", apontou o candidato do BE, exigindo que o tema entre na campanha, nos próximos cinco dias.

É que, Sérgio Aires não está satisfeito com as explicações que Rui Moreira tem dado sobre o caso, garantindo que a sua família nada ganhou com os terrenos. "Deve ainda uma explicação à cidade e aos eleitores", considerou, lembrando uma procuração assinada pelo autarca independente em 2014, que assegurava o direito a uma indemnização à sua família no caso de os terrenos em causa não virem a ter capacidade construtiva.

"Nada apaga a assinatura de Rui Moreira naquela procuração, que deu o direito à sua família de ganhar dinheiros municipais por um terreno que, afinal, não era seu", acusou Sérgio Aires, num comício em que Catarina Martins criticou a ausência de oposição, nos últimos quatro anos, na Câmara do Porto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG