Comunicado

Sindicato convida Marcelo a conhecer problemas dos trabalhadores da construção

Sindicato convida Marcelo a conhecer problemas dos trabalhadores da construção

O Sindicato da Construção de Portugal convidou esta terça-feira o presidente da República a visitar os trabalhadores do setor, muitos com idades superiores a 60 anos e que têm que estar em andaimes de 40 metros de altura.

Um dia depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter chamado a atenção para os problemas dos camionistas, tendo viajado de camião entre Lisboa e o Porto, o Sindicato dos Trabalhadores da Construção alerta para a situação dos profissionais do setor.

"Convidamos o senhor presidente da República a fazer uma visita a algumas obras onde há muitos trabalhadores com 60 e até 70 anos a trabalhar no setor e em que muitos trabalham em cima de andaimes de 40 metros de altura", havendo situações em que "trabalham 12 horas por dia", enumera o sindicato em comunicado.

Referindo-se às questões suscitadas pelo presidente da República sobre a profissão de camionista de longo curso, em que Marcelo considerou que deviam reformar-se mais cedo e prometeu fazer diligências nesse sentido, os representantes dos trabalhadores da construção lembram que, apesar de trabalharem muitos anos, se reformam com 400 euros.

"É de lamentar que muitos trabalhadores do setor da construção trabalhem tantos anos e depois reformam-se com uma reforma de 400 euros que os obriga a regressarem novamente ao trabalho para terem uma razoável qualidade e vida", alertam.

No final da viagem de camião, o presidente da República foi questionado se não iria visitar trabalhadores de outros setores tendo respondido que já tem iniciativas e profissões "no pensamento", embora sem datas previstas.

Outras Notícias