Exclusivo

Sindicatos criticam aumentos salariais a dois tempos

Sindicatos criticam aumentos salariais a dois tempos

Remunerações na Função Pública hoje em discussão. Técnicos superiores terão que esperar por 2023

Os valores já eram conhecidos, mas os prazos não: a valorização remuneratória de ingresso na carreira de técnicos superiores e doutorados da Administração Pública (AP) só deverá ocorrer no próximo ano, enquanto a dos assistentes técnicos terá efeitos retroativos a janeiro deste ano. O anteprojeto de decreto-lei do Governo será esta quarta-feira discutido entre a secretária de Estado da Administração Pública e os sindicatos do setor. Que recusam tanto os valores em cima da mesa como os prazos propostos.

De acordo com o referido documento, propõe o Governo que se aumente o salário de técnicos superiores doutorados para os 1632,82 euros (4.ª posição remuneratória). Caso já estejam naquele nível, passam para a posição seguinte (ler texto ao lado). Já o ingresso na carreira de técnico superior passa para os 1268,04 euros (1059,59€ no caso de estagiário), o que corresponde a um acréscimo de 52 euros à entrada na carreira. Por fim, os assistentes técnicos sobem um nível na tabela remuneratória, para os 757,01 euros (+47,55€). Para estes últimos, aplicam-se retroativos a janeiro deste ano. Para os restantes, a lei produz efeitos em 2023.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG