O Jogo ao Vivo

Política

Siza Vieira faz vídeo de despedida: "Foi um privilégio servir o meu país"

Siza Vieira faz vídeo de despedida: "Foi um privilégio servir o meu país"

Num vídeo publicado no Linkedin, Pedro Siza Vieira, o agora cessante ministro do Estado, da Economia e da Transição Digital, reflete sobre os seus quatro anos e meio de Governo, descrevendo-os como "intensos" e "difíceis". Termina referindo que foi um "privilégio grande poder servir o país e os portugueses".

"Cesso hoje funções como membro do Governo de Portugal. Foram quatro anos e meio muito intensos, mas que representaram para mim a honra mais elevada que poderia aspirar na minha vida enquanto cidadão deste país." Foi com estas palavras que Pedro Siza Vieira se despediu do cargo de ministro do XXII Governo de Portugal.

Formado em Direito pela Universidade de Lisboa, Siza Vieira teve o primeiro contacto com a vida política em 2017, quando, antes de tomar posse como ministro do Estado, da Economia e da Transição Digital, integrou a "estrutura de missão na capitalização das empresas", onde procurou "contribuir para diversificar o acesso ao financiamento" de empresas para as suas necessidades de investimento e de modernização e crescimento.

PUB

Pedro Siza Vieira não foi reintegrado no terceiro governo de António Costa, sendo substituído por António Costa da Silva, que assumiu o seu cargo no renomeado Ministério da Economia e do Mar e que foi responsável pela elaboração do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). "A minha vida não é política", afirmou Pedro Siza Vieira, esclarecendo que o cargo lhe deu uma nova visão do país e das suas necessidades.

"Foram tempos muito intensos desde que cheguei ao Governo", disse, salientando o seu contributo no domínio da transição digital, na criação do Banco Português de Fomento e no domínio "da inovação produzida nos nossos centros de investigação e no sistema científico e tecnológico para as nossas empresas." Termina referindo que, hoje, Portugal tem uma "população mais educada e mais qualificada, com uma enorme vocação internacional."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG