Saúde

SNS 24 sem capacidade de resposta para pico de chamadas

SNS 24 sem capacidade de resposta para pico de chamadas

A Linha SNS 24 continua sem conseguir dar resposta ao pico de chamadas que está a receber, na sequência do surto de Covid-19.

Entre quarta e quinta-feira, há relatos de muitas tentativas de contacto que nunca chegaram a ser atendidas ou que só foram atendidas ao fim de um dia. A operadora está a levar a cabo melhorias técnicas, além do prometido reforço de enfermeiros.

"A Linha SNS 24 [808 24 24 24] tem estado submetida a uma pressão excecional tendo atingido níveis de atendimento incomuns", esclarece fonte dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), que adianta que "o crescimento muito acentuado de chamadas tem gerado tempos mais longos de espera". O pico de contactos dos últimos dias "gerou alguma instabilidade da linha" e, "neste momento, estão a ser efetuadas intervenções técnicas pela operadora com o objetivo de regularizar o serviço com a máxima brevidade".

Agora, mais do que a falta de recursos humanos, as melhorias técnicas que estão a ser levadas a cabo estarão também a interferir com o serviço, e prevê-se que amanhã estejam já concluídas. A SPMS remeteu para sexta-feira mais esclarecimentos e um balanço dos últimos dias.

Paralelamente, a Ordem dos Enfermeiros informou que fez um apelo público e já 400 enfermeiros se disponibilizaram para reforçar a linha. Além disso, também Escolas Superiores de Enfermagem disponibilizaram docentes para atendimentos no SNS 24.

Esta semana, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, esclareceu que o serviço já conseguiu atender mais de mil chamadas em simultâneo, em fases normais a linha tem capacidade para 200 contactos ao mesmo tempo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG