Exclusivo

Só 109 multas nas praias e menos de metade foi por falta de máscara

Só 109 multas nas praias e menos de metade foi por falta de máscara

A Autoridade Marítima Nacional realizou mais de 33 mil ações de sensibilização nas praias. O sinal vermelho, de ocupação máxima do areal, foi acionado 3403 vezes.

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) já havia dito que a fiscalização nas praias passaria sobretudo pela sensibilização dos banhistas para o cumprimento das regras de combate à covid-19. E os números isso demonstram: das mais de 33 mil ações levadas a cabo, resultaram apenas 109 autos de notícia, 57 dos quais a pessoas singulares, a maioria por não usarem máscara. Numa altura em que a época balnear terminou já em 97% das praias, as estimativas apontam que pelos areais tenham passado, desde 29 de maio, 28 milhões de pessoas. Levando o sinal vermelho, que indica ocupação máxima da praia, a ser acionado por 3403 vezes.

Ao JN, a AMN destaca que, "de um modo geral, as pessoas têm cumprido as regras em vigor, tendo a Polícia Marítima assumido uma postura essencialmente pedagógica e de sensibilização, por forma a prevenir e corrigir uma potencial situação de infração". Entre 19 de maio e 20 de setembro, realizaram-se mais de 33 203 ações de sensibilização, contabilizando-se apenas 109 autos de notícia. O maior número de ocorrências registou-se na Região Centro, seguindo-se o Sul.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG