Nacional

Sócrates escolhe "políticas sociais" para abrir debate quinzenal

Sócrates escolhe "políticas sociais" para abrir debate quinzenal

O primeiro-ministro, José Sócrates, escolheu as "políticas sociais" para abrir o debate quinzenal no Parlamento, devendo centrar-se nas reformas nos sectores da educação, saúde e segurança social.

De acordo com fonte do Executivo, as "políticas sociais" serão o tema dominante da intervenção do primeiro-ministro, que abrirá o debate, sexta-feira de manhã.

Há cerca de duas semanas, José Sócrates, intervindo no Fórum Novas Fronteiras na qualidade de secretário-geral do PS, defendeu que o "tempo actual" é para executar "reformas para a modernização estrutural do país" e na luta "por um Estado social mais eficiente".

O primeiro-ministro afirmou como objectivo essencial para 2011 "assegurar a sustentabilidade do Estado social", da "escola pública, do serviço nacional de saúde, do sistema de pensões e do sistema de acção social".

O BE marcou o último debate quinzenal, ao anunciar a apresentação de uma moção de censura ao Governo.