Nacional

Sócrates reúne-se com partidos quarta-feira para discutir ajuda externa

Sócrates reúne-se com partidos quarta-feira para discutir ajuda externa

O primeiro-ministro convocou os partidos para reuniões quarta-feira com vista à discussão do processo de negociação do pedido de ajuda financeira a Portugal, disse fonte do gabinete de José Sócrates.

As reuniões com todos os partidos decorrerão, em encontros separados, na residência oficial do primeiro-ministro em São Bento, avança a agência Lusa.

O PSD será o primeiro partido a ser recebido em São Bento, às 09:30, seguindo-se, 45 minutos depois, o CDS-PP, às 10:15.

Às 11:00 será a vez do Bloco de Esquerda se reunir com o primeiro-ministro, estando o encontro com o PCP marcado para as 11:45. O último partido a ser recebido em São Bento será o Partido Ecologista "Os Verdes", às 12:30.

As negociações sobre o programa de ajuda externa a Portugal tiveram início terça-feira com uma avaliação técnica que apurará as necessidades do país e precisará o montante global da assistência, que Bruxelas estimou em cerca de 80 mil milhões de euros.

Amadeu Altafaj Tardio, o porta-voz do comissário dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, confirmou domingo, numa conferência de imprensa em Bruxelas, que a missão que se iniciou terça-feira em Lisboa será de cariz técnico ao longo da presente semana, devendo as discussões políticas ter início apenas na próxima segunda-feira, 18 de Abril.

O porta-voz do comissário Rehn reafirmou domingo que as negociações políticas terão como interlocutor, do lado de Portugal, o Governo, embora com o "envolvimento" dos restantes partidos políticos, de forma a alcançar o "consenso" necessário a um acordo, tendo em conta a realização de eleições legislativas antecipadas a 5 de Junho próximo.

PUB

O objectivo é que esse consenso seja materializado com a apresentação de um programa de ajustamento por parte das autoridades portuguesas até meados do próximo mês, de forma a ser adoptado na reunião de ministros das Finanças europeus de 16 e 17 de Maio, para que a ajuda possa começar a chegar a Portugal no final desse mesmo mês, com o programa a ser implementado pelo Governo que sair das eleições de 5 de Junho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG