Exclusivo

Solução 15 vezes mais cara para o Siresp origina denúncia no MAI

Solução 15 vezes mais cara para o Siresp origina denúncia no MAI

Secretário de Estado insiste em modelo rejeitado em 2017. Alegado conflito de interesses já chegou à Anacom.

O concurso público para a gestão da rede Siresp no período de 2023 a 2025 está na origem de uma desavença dentro do Ministério da Administração Interna (MAI) que levou a presidente da empresa pública Siresp, SA, Sandra Neves, a denunciar um alegado conflito de interesses que prejudica os cofres públicos em 15 milhões de euros por ano em benefício da Motorola. Do outro lado está o secretário de Estado, Antero Luís, que tem como consultor, desde o ano passado, Hélder Simões, antigo representante da Motorola em Portugal.

A desavença tem origem no concurso público para gestão da rede Siresp para o período 2023-2025, concretamente na escolha da tecnologia de redundância que entra em funcionamento quando falha a principal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG