Exclusivo

Subsídio do cuidador vai chegar a mais pessoas

Subsídio do cuidador vai chegar a mais pessoas

O rendimento do agregado familiar do cuidador informal principal, para efeitos de candidatura a subsídio, aumentou de 531,84 para 576,16 euros, de acordo com a Portaria 100/2022, publicada esta terça-feira em Diário da República.

A Associação Nacional de Cuidadores Informais (ANCI) reconhece que este aumento de 44,32 euros permitirá a mais pessoas terem acesso ao subsídio, mas defende que terá pouco impacto no montante.

O aumento do teto máximo deve-se à alteração da fórmula de cálculo do rendimento do agregado familiar, que passou de 1,2 para 1,3 do valor do indexante dos apoios sociais (IAS), atualizado este ano para 443,20 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG