Premium

Telemedicina no SNS já estava a crescer antes da pandemia

Telemedicina no SNS já estava a crescer antes da pandemia

Consultas à distância nos hospitais públicos aumentaram 49% em relação ao ano passado e batem recorde.

A telemedicina já estava a crescer nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) antes de Portugal ter sido atingido pela pandemia. Nos primeiros quatro meses de 2020, foram realizadas quase 13 mil consultas à distância e, só em abril, houve um aumento de 49% em relação a igual período de 2019. A Ordem dos Médicos reconhece as vantagens, em particular na monitorização de doentes crónicos, e prepara a regulamentação da atividade.

Este recurso, usado há vários anos por especialidades como cardiologia, dermatologia ou radiologia, conheceu um incremento no período crítico do combate à covid-19. Essa experiência, facilitada pela generalização do telemóvel e pela evolução tecnológica que coloca a videoconferência ao alcance da maioria dos cidadãos, não será descartada. Muitos hospitais, como S. João (Porto), Gaia e Santa Maria (Lisboa), manterão mais de metade das consultas por essas vias.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG